Eu já tinha feito algumas viagens curtas por alguns países da Europa durante as férias do curso de inglês no tempo em que morei em Londres. Mas viagem longa, com perrengues, mapa, planejamento, dinheiro contado, nunca. Aí soube que um amigo estava viajando pro Oriente Médio. Três semanas depois soube que ele não conseguiu um dos vistos e não iria mais e o amigo estava procurando alguém pra viajar. Lá fui eu. Tínhamos nos visto uma vez, encontramos pra acertar alguns detalhes da viagem e no dia de partir, lá fomos nós, nos encontrarmos no aeroporto. A viagem durou 45 dias e percorremos seis países: Turquia, Síria, Líbano, Israel, Jordânia e Egito. Ao chegar ao fim, tinha dado tudo tão certo que resolvemos repetir a dose e três meses depois partíamos para Índia, Nepal e Sri Lanka. Depois ainda fiz um mochilão pela América Latina, do Peru até Uruguai, passando por Bolívia, Chile e Argentina. E a última aventura foi uma viagem pelo Sudeste Asiático com mudança de planos e mudança de vida para a Austrália. Nessa brincadeira de rodar o mundo já são 35 países percorridos e muita história pra contar.

O primeiro mochilão com um desconhecido que vira amigo a gente nunca esquece O primeiro mochilão com um desconhecido que vira amigo a gente nunca esquece