“Aventura”. Com essa palavra o fotógrafo brasileiro Lufe Gomes me definiu há uns anos, quando viramos grandes amigos em Londres. Ele estava lançando uma de suas primeiras exposições fotográficas na capital inglesa - Soul Brazil - Energy Beyond Vision, era verão de 2006 e eu tinha acabado de chegar uma viagem de quase 2 meses pela Ásia.

A exposição retratava histórias de 30 mulheres que de alguma forma se destacavam em suas profissões, áreas de atuação ou projetos sociais em Londres. Energy Beyond Vision ou Energia Além do que os Olhos podem Ver, queria mostrar a mulher brasileira real e transformar o estereótipo da época, que focava na nudez e no carnaval. Como minha “carreira” de mulher viajante estava ficando séria, eu já tinha vários carimbos no passaporte e escrevia para jornais de Londres e do Brasil sobre lugares a se visitar como uma viajante-solo, fui uma das escolhidas.

Ambos moramos em Londres naquela época, partimos e viajamos o mundo. Eu voltei para Londres e o Lufe se estabeleceu em São Paulo, mas continuamos a nos aventurar pelo mundo. Esse ano recebi a visita dele em Londres, que chegou com um presente tão lindo quanto a nossa história. Ele como um super fotógrafo e amigo com uma energia contagiante e eu como uma aventureira profissional, haha. O presente? Uma obra da artista Clarice Borian, que utiliza linhas coloridas para bordar em folhas secas significados e desenhos. A minha não poderia ser outra além da palavra Aventura. Assim como na exibição fotográfica em 2006 e que para sempre irá marcar a nossa amizade. 

 

Conheça o trabalho do Lufe aqui.

E o da Clarice Borian aqui.