Eu andando no deserto de Wadi Rum na Jordânia e sonhando com a próxima mega aventura*

Esses dias fui em um evento onde a Sarah Williams, uma inglesa que faz super trilhas de aventura e corridas pelo mundo, iria contar sobre como começou a participar dessas maratonas. Tudo corria normalmente na vida, aquela coisa de ir para o trabalho todos os dias e não encontrar o propósito. A vida passando e um mundo inteiro chamando ali fora. Até que a Sarah resolveu desistir da carreira em finanças e foi viajar pelo mundo. A subida ao Monte Kilimanjaro, ponto mais alto da África, fez Sarah rever seu propósito e a sensação de ter cumprido um desafio nunca antes imaginado em sua vida fez com que esse ano sabático que ela tirou virasse a “vida real”. Hoje Sarah treina para maratonas em tempo integral, enquanto atualiza as atividades em um podcast diário onde conta sobre os desafios que enfrenta em cada uma das competições. Também entrevista e conta histórias de inspiração de outras mulheres que também participam de maratonas pelo mundo. Coloquei abaixo algumas que Sarah participou ou vai participar para que a gente possa se inspirar:

África – Chegou ao topo do Monte Kilimanjaro, situado no norte da Tanzânia junto à fronteira com o Quênia. Considerado o ponto mais alto de África, com a altitude de 5895 m. O monte e as florestas ao redor, com uma rica fauna constituem o Parque Nacional do Kilimanjaro, que foi inscrito pela UNESCO em 1987 na lista dos locais que são Patrimônio da Humanidade. Eu estou SUPER MEGA ORGULHOSA da minha amiga Helo Righetto, que entre suas milhões de atividades com o Canal Conexão Feminista e o site Aprendiz de Viajante, está se preparando para pisar no Kilimanjaro logo mais. Saiba mais sobre esses projetos, comida boa, corrida, dicas das boas, Guia de Londres e a querida da Helo clicando aqui

Deserto do Saara – Marathon des Sables – Sarah participou em april de 2016 do que é considerada a maratona mais difícil da terra pelo Discovery Channel. São 250km percorridos em 7 dias em um calor de até 50 graus por dunas de areia, com aquela temperatura escaldante e areia voando nos olhos. O deserto do Saara compreende parte dos seguintes países e territórios: Argélia, Chade, Egito, Líbia, Mali, Mauritânia, Marrocos, Níger, Saara Ocidental, Sudão e Tunísia.

EUA – Esse ano Sarah vai fazer o Appalachian Trail. Durante 100 dias, ela irá percorrer cerca de 3.500 km pelo nordeste dos EUA entre vales, picos e montanhas, entre montanhas antigas e novas, os Appalachians e montanhas de Vermont, New Hampshire, Maine e Massachusetts.

Quem quiser se inspirar e se motivar, ouvir histórias de outras mulheres que estão desafiando seus limites ou tentando encontrar o seu propósito, ouça o podcast da Sarah, Tough Girl

*Essa foto do post é de minha viagem pelo Oriente Médio, enquanto eu caminhei por horas de mochila para dormir em um tenda vendo as estrelas. Fica no Deserto de Wadi Rum na Jordânia. Não foi e não se compara a uma maratona e toda a sua preparação, mas me dá uma sensação de liberdade incrível e foi publicada em uma matéria no portal de aventuras Extremos

Assista os hangouts do Conexão Feminista, criado pela Helo e pela Renata, aqui
Compre o Guia de Londres para Iniciantes e Iniciados da Helo, aqui

Viaje comigo e com ‘O mundo que eu vi’ nas redes sociais:

Facebook  | Twitter  | Instagram | Pinterest | Snapchat @omundoqueeuvi
Novidades no  www.omundoqueeuvi.com

 

Com a(s) Tag(s) →